• banner CARE 404x132 v2

Antiga escola da Fontinha acolhe Centro de Recursos Sociais do Porto

Publicado .

A APAV é uma das entidades presentes no novo equipamento.

"O presidente da Câmara do Porto visitou esta sexta-feira o novo Centro de Recursos Sociais da cidade, um investimento autárquico de "200 mil euros" na antiga escola da Fontinha, ocupada pelo movimento Es.Col.A até ao despejo camarário de abril.

"Este é o projeto social que estava na nossa mente desde sempre. É um edifício que acolhe diversas instituições de caráter social, da sociedade e da autarquia", descreveu Rui Rio, no fim de uma visita ao novo equipamento.

No espaço estão agora várias instituições ligadas ao apoio a mulheres, ao endividamento, a crianças autistas, ao combate à SIDA, e à inserção profissional, para começar a funcionar "em pleno" a partir de 1 de fevereiro, adiantou o autarca.

A APAV - Associação Portuguesa de Apoio à Vítima, a Associação Portuguesa para a Reeducação em Matéria de Endividamento, a Associação de Defesa dos Interesses e da Igualdade das Mulheres e o Instituto de Emprego e Formação Profissional são algumas das entidades presentes no novo equipamento. (...)"

Fonte: Jornal de Notícias

Conferência: “Combate a todas as formas de Violência de Género" | FDUL | 5/6 Dezembro

Publicado .

No âmbito das Jornadas Nacionais Contra a Violência de Género, a CIG vai realizar a Conferência Internacional “Combate a todas as formas de Violência de Género”, que se realizará nos próximos dias 5 e 6 de Dezembro, na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa.

A APAV estará representada por Daniel Cotrim, que apresentará uma comunicação no painel “O papel das organizações da sociedade civil no combate à Violência de Género - Boas-práticas”, no dia 6 de Dezembro.

Informações: www.fd.ul.pt

Programa

Novas Estatísticas APAV: Rede Nacional de Gabinetes de Apoio à Vítima

Publicado .

Os dados estatísticos da Rede Nacional de Gabinetes de Apoio à Vítima, relativos ao ano 2012, já se encontram disponíveis para consulta.

Nestes relatórios específicos é apresentado o trabalho desenvolvido por cada Gabinete de Apoio à Vítima ao longo o ano transacto.

Além de mostrar o trabalho desenvolvido pelo GAV, nestes relatórios é analisado o perfil dos utentes que recorreram a estes serviços.

Consulte aqui os relatórios estatísticos:

www.apav.pt/estatisticas

Lançamento do Livro "OLHA / APAV 20 Anos" | 14 Março | Fnac Chiado

Publicado .

A FNAC Chiado acolhe no próximo dia 14 de Março o lançamento do livro "OLHA / APAV 20 Anos". Esta sessão de apresentação, que está marcada para as 19h00, vai contar com a presença do fotógrafo Valter Vinagre e de José Félix Duque (APAV).

O livro "OLHA / APAV 20 Anos" nasceu de uma parceria da APAV - Associação Portuguesa de Apoio à Vítima com o fotógrafo Valter Vinagre. Funcionando como um marco sobre os primeiros vinte anos da Associação, este livro reúne um conjunto de trabalhos do fotógrafo, com o objectivo de retratar o universo das vítimas de crime em Portugal.

Em paralelo com a edição do livro, está patente uma exposição na Galeria Torreão Nascente da Cordoaria Nacional, até dia 23 de Março.

Lançamento "OLHA / APAV 20 Anos" | FNAC Chiado

APAV assina carta de compromisso para acolhimento de emergência de mulheres vítimas de violência

Publicado .

O Governo formalizou no dia 11 de Janeiro o apoio financeiro de 307 mil euros a 11 entidades da rede pública de casas de abrigo, para o acolhimento de emergência de vítimas de violência doméstica, entre as quais um das Casas de Abrigo da APAV.

O apoio financeiro foi formalizado com a assinatura de uma Carta de Compromisso por entidades gestoras das casas de abrigo, que integram a rede nacional de apoio às vítimas de violência doméstica, numa cerimónia presidida pela secretária de Estado dos Assuntos Parlamentares e da Igualdade, Teresa Morais.

De acordo com o Governo, a iniciativa, concertada com a Secretaria de Estado da Segurança Social, resultou na identificação de 32 vagas para acolhimento de emergência, distribuídas por 11 casas de abrigo, que reúnem as condições adequadas para acolherem vítimas de violência doméstica em situação de emergência e vão, por isso, receber financiamento suplementar em 2013, para custear o acolhimento.

Os 307 mil euros, provenientes das verbas dos jogos sociais explorados pela Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, são destinados a melhorar a resposta às necessidades de um acolhimento seguro e de um apoio e acompanhamento das vítimas de violência doméstica, adianta uma nota da Secretaria de Estado dos Assuntos Parlamentares e da Igualdade. A Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género vai fazer o acompanhamento da execução da Carta de Compromisso, em articulação com o Instituto da Segurança Social.
 

Fonte: Público (adaptado)