• banner CARE 404x132 v2

Vítimas vulneráveis mais protegidas

Publicado .

 

A proposta de Directiva que estabelece normas mínimas relativas aos direitos, ao apoio e à protecção das vítimas de criminalidade da Comissão Europeia foi debatida no Parlamento, resultando na redacção de diversas emendas e na sua aprovação com 52 votos favoráveis.

Entre as alterações que o Parlamento propõe está o alargamento substancial do conceito de vítima vulnerável. Mantendo as categorias estabelecidas na norma original (crianças, pessoas com deficiência, vítimas de tráfico de seres humanos, vítimas de violação) e o mecanismo de avaliação individual de vulnerabilidade, novas categorias são enumeradas.

São assim vítimas vulneráveis requerentes de asilo, pessoas idosas, vítimas de violência de género, de terrorismo, de crime organizado, de violência no namoro, de tortura, de crimes de ódio, de tráfico de órgãos e tentativa de homicídio. Também os familiares de vítimas de homicídio são considerados vulneráveis.

O texto final da Directiva será agora negociado entre as três instâncias europeias, aguardando-se com expectativa a sua versão final.

 

Workshop: Traumatic Incident Reduction | 15-18 de Junho

Publicado .

 

A Formação APAV promove nos dias 15, 16, 17 e 18 de Junho o Workshop: Traumatic Incident Reduction (TIR).

Em quatro dias interativos e intensos, o Workshop TIR cobre a natureza do trauma psicológico, as consequências dos incidentes traumáticos e a forma de utilizar o Traumatic Incident Reduction.

O TIR é uma abordagem usada de um-para-um, bastante estruturada e centrada na pessoa, para resolver de forma permanente os efeitos do stress traumático e as suas consequências negativas num curto espaço de tempo. O workshop TIR aborda como traumas passados podem desencadear emoções, sensações, atitudes e dor. Esta técnica está também direcionada para descobrir a raiz desses traumas, eliminando estes efeitos negativos.

Este workshop ensina técnicas para “desbloquear” (unblocking), ajudando o cliente a direcionar-se para as suas situações traumáticas, para posteriormente serem resolvidas com o TIR. Este “Desbloquear” pode ser usado em diferentes áreas da vida como a auto-estima, trabalho, relacionamentos, etc.

O Workshop TIR apresenta um novo paradigma para ajudar pessoas a criar uma sensação de segurança, onde o seu processo de recuperação possa acontecer.

Apesar de não haver pré-requisitos, aconselha-se a que os formandos sejam psicólogos ou estudantes de psicologia.

 

Cartaz Workshop: Traumatic Incident Reduction

Para mais informações:
apav.pt/formacao

 

Apresentação do livro: "A violência sobre Crianças" | Lisboa | 1 Junho

Publicado .

 

No dia 1 de Junho, data em que se celebra o Dia Mundial da Criança, será apresentado o livro "A violência sobre Crianças". Esta apresentação terá lugar no Museu João de Deus, em Lisboa, pelas 17h00.

O livro foi coordenado por Luís Miguel Larcher e contém textos de diversos autores, nomeadamente: Florbela Silva, Mello Breyner, Souto de Moura, José Godinho, Olga Barata, Rita Teixeira, Rita Jonet, Rute Agulhas e Sandra Oliveira.

Este livro inclui ainda intervenções de Joana Marques Vidal (presidente da APAV), Armando Leandro, Laborinho Lúcio, Paula Garcia, Helena Gonçalves, Aurora Rodrigues, Eduardo Sá, Luís Viegas Gamito, Pedro Berhan da Costa, Isabel Henriques Cardoso, Paula Branco, Emília Tomás, Margarida Barreiros, Francisco Morais de Barros, Marta Villarinho Pereira, Filomena Costa Pereira, Paulo Viana e Isabel Matos.

A obra será apresentada por Laborinho Lúcio, Paulo Teixeira Pinto e Mariana Ribeiro Ferreira.

 

14º Simpósio Internacional de Vitimologia

Publicado .

 

A World Society de Victimlogy, de que a APAV é membro, realizou na cidade de Haia, na Holanda, o seu 4º Simpósio Internacional com o tema de Justice for Victims: cross-cultural perspectives on conflits, trauma and reconciliation, que reuniu académicos, práticos e muitos profissionais de países e culturas de todos os continentes unidos no estudo e no trabalho com vítimas.

O simpósio contou com o apoio do Victim Support Europe, tendo estado presentes como participantes portugueses, para além da APAV como organização nacional de apoio à vítima de crime, académicos da Universidade do Minho e da Universidade de Coimbra.

Durante quatro dias - de 21 a 24 de Maio - cerca de 350 participantes tiveram a oportunidade de assistir a sessões de trabalho plenárias e de inúmeros wokshops sobre temas como violência doméstica, vítimas de abusos sexuais em instituições religiosas, mediação vitima-infractor e outras formas de justiça restaurativa, justiça transicional, vítimas de crimes de ódio, direitos das vitimas em diversos contextos nacionais e culturais, vítimas de extorsão e de corrupção, políticas nacionais sobre vítimas, participação das vítimas no processo penal; entre muitos outros.

 

www.worldsocietyofvictimology.org