banner irs2020 top

Depois do não, pára! - Campanha de prevenção da violência sexual no ensino superior

Publicado .

O Projeto Unisexo, promovido pela Associação Portuguesa de Apoio à Vítima, visa atuar na área da prevenção da violência sexual no ensino superior, focando especificamente as relações ocasionais e de namoro estabelecidas pelos estudantes universitários.

A desvalorização do sexo forçado nas relações de intimidade e dos atos sexuais menores (como toques e beijos forçados), os consumos de bebidas alcoólicas e outras substâncias aliado ao ambiente de festividade, liberdade e excessos usuais nas festividades académicas são fatores que podem levar a que muitas das vítimas não denunciem e nem sequer percecionem estes atos como crime.

Estudos internacionais feitos na Europa e EUA apontam índices de prevalência da vitimação sexual feminina entre os 25% e os 30%, sendo que entre 75% a 90% das vítimas não denunciaram os crimes às autoridades ou estruturas de ajuda. Num estudo recente da Universidade do Minho, da autoria de Sónia Martins, quanto aos índices de prevalência da violência sexual entre jovens universitários, verifica-se que 29.3% dos participantes revelam ter sofrido pelo menos um ato sexual não consentido, sendo 60% das vítimas do sexo feminino e 40% do sexo masculino.

A atividade central do Projeto Unisexo passa pelo desenvolvimento de uma campanha de prevenção, dirigida aos estudantes universitários, através de diversos suportes: spots vídeo e rádio, folhetos, cartazes e MUPIs, além de outros materiais. Esta campanha tem como objetivo veicular uma mensagem chave: "Depois do não, pára! Respeita a vontade dos outros. A Violência sexual é crime."

A APAV tem como missão apoiar as vítimas de crime, suas famílias e amigos, prestando serviços de qualidade, gratuitos e confidenciais e contribuir para o aperfeiçoamento das políticas públicas, sociais e privadas centradas no estatuto da vítima. Através de uma abordagem informativa e educativa, nomeadamente com a campanha do Projeto Unisexo, a APAV pretende facilitar o recurso das potenciais vítimas de crimes sexuais aos serviços de ajuda, reforçar a empatia da comunidade para com as vítimas de crimes sexuais, e prevenir comportamentos de risco.

O Projeto Unisexo conta com as parcerias do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra e do Instituto Nacional de Medicina Legal. Tem protocolos de colaboração com a Associação Académica de Coimbra e com a Associação de Estudantes da Escola Superior de Educação de Coimbra. A campanha foi desenvolvida pela agência GREY, numa parceria mecenática com a APAV, contando ainda com o apoio da .Cru para a produção vídeo. Esta campanha conta com o apoio da SIC e ainda de várias Câmaras Municipais - Albufeira, Cascais, Coimbra, Estarreja, Faro, Figueira da Foz, Lisboa, Odivelas, Oliveira do Hospital, Ovar, Pombal, Portimão, Porto, Santa Comba Dão, Santarém, São Pedro do Sul e Viseu - que disponibilizaram gratuitamente espaços nas suas redes de mupis.

O Projeto Unisexo é financiado pelo QREN/POPH, Eixo 7 – Igualdade de género, medida 7.3. – apoio técnico e financeiro às ONG, medida gerida pela Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género.

Materiais da campanha "Depois do não, pára!" [zip]