Planear a sua segurança

underline stalking BIG

Se é ou conhece alguém que esteja a ser vítima de assédio persistente, existe um conjunto de estratégias que pode utilizar para se proteger das investidas do/a agressor/a e para garantir a sua segurança.

 

Eis algumas das medidas que pode adotar:

 

  • onde quer que esteja e qualquer que seja a situação, evite contatar e/ou confrontar o/a autor/a dos comportamentos de assédio persistente;

 

  • não responda a mensagens escritas, bilhetes, e-mails, telefonemas, sms ou a outras tentativas de contato;

 

  • informe outras pessoas– polícia, familiares e amigos, colegas de trabalho/ginásio/escola, vizinhos;

 

  • no seu local de trabalho/escola, informe os seus colegas do que se passa e peça-lhes que em nenhuma circunstância forneçam informações ao/à autor/a dos comportamentos de assédio; peça também aos seus colegas que se o/a virem a rondar o local de trabalho/escola o/a avisem;

 

  • forneça as mesmas instruções aos seus vizinhos, familiares e amigos;

 

  • opte por caminhos alternativos aos que usualmente utiliza para se deslocar de casa para o trabalho ou para outros locais que frequenta diariamente (exemplo: ginásio, supermercado, escola/creche dos seus filhos, centro comercial, entre outros);

 

  • peça sempre a alguém de confiança que o/a acompanhe ao carro ou até ao transporte que normalmente utiliza;

 

  • quando se deslocar de carro, tranque imediatamente as portas e mantenha-as trancadas durante todos os percursos; mantenha uma distância de segurança entre o seu carro e o veículo da frente caso tenha necessidade de mudar de caminho/faixa de rodagem;

 

  • anote quaisquer incidentes suspeitos, criando um registo detalhado de todos os comportamentos de assédio persistente de que tem sido alvo (por exemplo: o dia e a hora em que apareceu à porta do seu local de trabalho, escola, carro, ginásio, o que aconteceu, como estava vestido/a);

 

  • guarde todas as cartas, emails, sms, bilhetes, presentes e/ou outros materiais que a pessoa que o/a tem assediado lhe tenha enviado;

 

  • se vir a pessoa que o/a tem assediado e/ou se se sentir em perigo, fique calmo/a, não se aproxime, nem inicie qualquer conversa ou interação com a pessoa em causa. Tente permanecer fora do seu campo de visão, peça ajuda a outras pessoas que estejam por perto e considere chamar a Polícia ou ligar 112;

 

  • contacte a APAV. A APAV dispõe de um conjunto de técnicos devidamente habilitados que, de forma individualizada e especializada, prestam apoio gratuito e confidencial a todas as vítimas de crime ou violência ao nível emocional, jurídico, psicológico e emocional.

 

 Logo 116 21h

 

Built with HTML5 and CSS3
Copyright © 2013 APAV