POR QUEM PODE SER COMETIDA 
A VIOLÊNCIA SEXUAL?

 

A pessoa que pratica violência sexual tem como objetivo obter prazer sexual e/ou benefício financeiro ou de outros bens (ex.º dinheiro, vantagens).

Esta pessoa também tem, na maioria dos casos, consciência do que está a fazer e planeia o seu envolvimento com a vítima.

Ao contrário do que se possa pensar, a violência sexual não é cometida apenas por pessoas desconhecidas da vítima.

 

De facto, a violência sexual pode ser cometida por diferentes pessoas, como por exemplo:

  • Por pessoas totalmente desconhecidas da vítima

  • Por pessoas que conhecem a vítima no âmbito de relações online

  • Por pessoas que conhecem a vítima no âmbito de várias atividades ou relacionamentos (ex.º colega, vizinho/a, profissional)

  • Por algum/a familiar da vítima mais ou menos próximo/a (ex.º pai/mãe, avô/avó, tio/a, primo/a, irmão/a, madrinha/padrinho…)

  • Por uma pessoa que mantém ou manteve uma relação de intimidade com a vítima (ex.º namoro, casamento, união de facto ou relações ocasionais - numa "curte” ou relacionamento de uma noite)

 

A violência sexual pode ser praticada quer por homens/rapazes, quer por mulheres/raparigas, independentemente da idade e das suas condições de vida e familiares (ex.º local onde vive, tipo de família, atividades extracurriculares que tem…).

 

Se foste agressivo/a com alguém, podes saber mais sobre as consequências e forma de lidar com isso aqui.


Aviso/Disclaimer

Algumas das informações deste site foram simplificadas para poderem ser compreendidas por qualquer pessoa. Esta simplificação não põe, no entanto, em causa o rigor e a correção dos conteúdos. Os conteúdos deste site foram criados pela APAV no âmbito do Projeto CARE plus, financiado pela Fundação Calouste Gulbenkian. Os conteúdos refletem o ponto de vista da APAV, não podendo aquela entidade ser responsabilizada por qualquer utilização que possa ser feita da informação aqui contida.