• banner CARE 404x132 v2

APAV presente no Workshop “As necessidades especiais das vítimas de sinistralidade rodoviária e cooperação interdisciplinar”

Publicado .

A APAV, enquanto organização nacional de apoio a vítimas de crime e preocupada com as vítimas de criminalidade rodoviária, seus familiares e amigos, esteve presente no Workshop "As necessidades especiais das vítimas de sinistralidade rodoviária e cooperação interdisciplinar", promovido pela Associação belga Rondpunt, pela Associação de Cidadãos Auto-Mobilizados (ACA-M), e pelo Centro de Estudos Internacionais do ISCTE-IUL, que teve lugar no passado dia 5 de Fevereiro de 2019, no ISCTE, em Lisboa.

O referido Workshop foi dinamizado por representantes da Associação belga Rondpunt, em parceria com a Universidade de Leuven (Instituto Leuven de Criminologia) e a Moderator (um serviço de justiça restaurativa belga). Este evento enquadra-se numa das atividades do Projeto “Victims of road traffic offences”, que visa formar profissionais sobre as necessidades específicas das vítimas de sinistralidade e criminalidade rodoviária, bem como, estas podem ser mitigadas através de boas práticas de cooperação interdisciplinar e interinstitucional e de práticas de justiça restaurativa.

Pluricosmética lança coleção solidária

Publicado .

A Pluricosmética, marca portuguesa de cosméticos e produtos de beleza, apresenta uma coleção de verniz gel solidária intitulada “Girl Power”. A coleção foi inspirada na luta e autodeterminação feminina e conta com cores fortes que espelham as mulheres e as palavras de ordem: "viver, acreditar, lutar e vencer".

A marca associa-se à APAV na luta contra a violência doméstica. Na compra da coleção completa, 1€ reverte a favor da APAV.

A gama de verniz gel está à venda nas lojas Pluricosmética e no site da marca, em www.pluricosmetica.com.

Dia Internacional da Tolerância Zero Contra a Mutilação Genital Feminina

Publicado .

No dia 6 de Fevereiro assinala-se o Dia Internacional da Tolerância Zero Contra a Mutilação Genital Feminina (MGF). A MGF consiste na remoção parcial ou total da genitália externa da mulher, por razões não médicas e constitui uma grave violação dos direitos humanos. Esta prática ainda está presente em diversos países e culturas realizando-se geralmente quando as vítimas são ainda crianças ou jovens, por vontade da família e do grupo social onde vivem ou de onde são originárias (no caso das famílias migrantes).

São diversas as razões que motivam a persistência da MGF, podendo destacar-se razões sociais, estéticas (o órgão genital é considerado feio e impuro antes da mutilação), religiosas, sexuais (limita o desenvolvimento saudável da sexualidade da mulher) e económicas (as pessoas que executam este ritual auferem rendimentos que garantem o seu sustento). 

Em Portugal a Mutilação Genital Feminina é crime autónomo desde 2015, conforme artigo 144º - A do Código Penal, cuja pena aplicável é de prisão de dois a dez anos. 

A APAV está disponível para apoiar, através da Unidade de Apoio à Vítima Migrante e de Discriminação (21 358 79 14) e da Linha de Apoio à Vítima - 116 006 (número gratuito).

Mais informações:
apav.pt/uavmd

Vice-presidente do Victim Support Europe distinguida pelo Parlamento do Estado da Baviera (Alemanha)

Publicado .

Helgard van Hullen, Vice-presidente do Victim Support Europe, foi distinguida pelo Parlamento do Estado da Baviera (Alemanha) com a atribuição da Medalha de Prata pelo seu compromisso e trabalho pela comunidade e interesse público, nomeadamente no Weisser Ring Germany. A cerimónia teve lugar na Sala do Senado do Parlamento da Baviera (Bayerischer Landtag), em Munique, no dia 1 de fevereiro de 2019. A Associação Portuguesa de Apoio à Vítima congratula Helgard van Hullen e agradece a parceria e amizade ao longo destes anos.

SP Televisão promove venda solidária

Publicado .

De 5 a 8 de Fevereiro, das 11h às 20h, realiza-se nos estúdios da SP Televisão uma venda solidária de guarda-roupa. A venda das peças utilizadas pelas personagens interpretadas por Maria João Abreu, Margarida Vila-Nova e Bárbara Lourenço, na novela Paixão, reverte na totalidade para a APAV.

SP Televisão
Caminho da Ponte S/N
2735-521 São Marcos - Cacém

Evento Facebook