banner irs2020 top

Os Gabinetes de Apoio à Vítima ESTÃO ABERTOS

Publicado .

Continuamos disponíveis para apoiar, presencialmente ou à distância.

Privilegie o atendimento com marcação prévia.

Veja aqui onde estamos.

O apoio à distância continua disponível, como sempre:
• Linha de Apoio à Vítima | 116 006
• Linha Internet Segura | 800 219 090
• Messenger | APAV.Portugal
• Skype | apav_lav

As instalações têm disponível gel desinfectante. O uso de máscara é obrigatório, será mantido o distanciamento e serão seguidas as recomendações da Direção-Geral da Saúde.

Campanha APAV 30 Anos | Miguel Oliveira

Publicado .

Miguel Oliveira é um piloto de motociclismo português que participa na categoria de MotoGP com a equipa Red Bull KTM Tech 3.

Começou a sua carreira desportiva com 9 anos. No ano de estreia ficou em 4.º lugar no campeonato nacional de MiniGP e foi condecorado pela Confederação Desporto de Portugal no recon reconhecimento do seu talento.O atleta tem participado em diversos campeonatos desde então.

Em 2010 foi vice-campeão da Europa e em 2015, na categoria Moto3, foi vice-campeão do mundo. Mais recentemente, em 2019, cumpriu a sua primeira época como piloto do campeonato do mundo de MotoGP.

Miguel Oliveira é a décima primeira personalidade a participar na campanha 30 Anos APAV, Pelos Direitos das Vítimas.

Para mais informações sobre as atividades dos 30 Anos da APAV consulte o site apav.pt/30anos.

#NãoFiqueÀEspera - Dê a cara por quem não pode

Publicado .

 

A APAV juntou-se à Altice Portugal, à Polícia de Segurança Pública (PSP) e à GNR - Guarda Nacional Republicana no desenvolvimento de uma campanha de sensibilização contra a violência doméstica, incentivando a uma maior atuação cívica por parte de todos/as.

A campanha #NãoFiqueÀEspera - "Dê a cara por quem não pode" foi criada no contexto da pandemia de COVID-19. Portugal decretou o isolamento domiciliário como medida de contenção, uma das ações mais eficientes no combate a este vírus que, ao mesmo tempo, constitui uma ameaça para todas as pessoas que são vítimas de violência doméstica e estão confinadas com os/as agressores/as.

Numa altura em que os Portugueses passam por um período sem igual, o dever cívico de recolhimento domiciliário foi decretado em Portugal como medida de contenção da pandemia de COVID-19. Se, por um lado, a quarentena tem sido uma das ações mais eficazes no combate ao vírus, por outro torna-se uma ameaça para as vítimas de violência doméstica.

A Altice Portugal e o MEO, em parceria com a Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV), a Guarda Nacional Republicana (GNR) e a Policia de Segurança Pública (PSP), associam-se à luta contra este flagelo através de uma campanha de sensibilização, incentivando a uma maior atuação cívica.

Com o isolamento social, as situações de tensão e o número de casos de violência doméstica têm vindo a agravar-se. Urge assim apelar a todos os Portugueses para um problema ainda mais grave durante estes tempos de isolamento.

Sob o mote "Dê a cara por quem não pode", esta campanha faz um apelo aos familiares, amigos/as ou vizinhos/as, bem como a outros membros do círculo próximo das vítimas, que não permaneçam em silêncio nesta altura de crise e que deem voz a quem não pode fazer por si próprio/a.

«Atravessamos atualmente um contexto de confinamento que nos desafia diariamente a fazer mais e melhor. À semelhança do que acontece em todo o mundo, adaptámo-nos a uma nova realidade e unimos esforços para dar continuidade à nossa missão de apoiar vítimas de crime, seus familiares e amigos/as. Com esta iniciativa, voltamos a juntar-nos à Altice Portugal, à GNR e à PSP para cumprir objetivos comuns: incentivar a participação cívica de todos/as e alertar para a urgência de uma sociedade sem violência.», refere João Lázaro, presidente da APAV.

Pode assistir à apresentação da campanha aqui.

15 Maio | Dia Internacional da Família

Publicado .

No dia 15 de maio celebra-se o Dia Internacional da Família. A data foi escolhida pela Assembleia Geral da ONU que proclamou o dia, tendo sido celebrado pela primeira vez em 1994. A APAV alerta para os objetivos que a celebração do dia proclama:

  • A importância da família na estrutura do núcleo familiar e o seu relevo na base da educação infantil;
  • Reforçar a mensagem de união, amor, respeito e compreensão necessárias para o bom relacionamento de todos os elementos que compõem a família;
  • Chamar a atenção da população para a importância da família como núcleo vital da sociedade e para seus direitos e responsabilidades desta;
  • Sensibilizar e promover o conhecimento relacionado com as questões sociais, económicas e demográficas que afetam a família.

Neste dia a APAV relembra a campanha de sensibilização contra a violência doméstica. A campanha de alerta "Catálogo HOME", desenvolvida pela agência FCB Lisboa, tem forma de catálogo e tem por objetivo sensibilizar sobre a Violência Doméstica.

APAV lança a 2.ª edição do Prémio APAV para o Jornalismo

Publicado .

Logo Premio APAV Jornalismo 2020 AECI

Com o propósito de reconhecer a qualidade, a relevância e a importância do jornalismo feito em Portugal, a Associação Portuguesa de Apoio à Vítima lança a segunda edição do Prémio APAV para o Jornalismo.

O Prémio, que conta com o apoio El Corte Inglés, é atribuído anualmente à melhor peça jornalística que, no ano anterior, tenha contribuído para o conhecimento dos temas ou problemas relacionados com o apoio às vítimas de crime em Portugal.

Poderão concorrer trabalhos jornalísticos desenvolvidos nas seguintes categorias: imprensa, rádio, televisão, jornalismo digital e ilustração/cartoon. As candidaturas deverão ser submetidas, até dia 31 de maio, através de formulário online.

O Prémio APAV para o Jornalismo tem um valor monetário de 1.500 euros e será ainda entregue um troféu, da autoria do designer Gonçalo Falcão.

O painel de jurados é constituído por Álvaro Laborinho Lúcio (Associado-Fundador e Presidente da Mesa da Assembleia Geral da APAV), Sofia Branco (Presidente do Sindicato dos Jornalistas) e André Sendin (Presidente da Escola Superior de Comunicação Social). A data de entrega do Prémio será divulgada futuramente.

Para mais informações:
apav.pt/premiojornalismo