banner irs2020 top

Exposição "Olha" de Valter Vinagre | Galeria Fonseca Macedo, Ponta Delgada

Publicado .

A APAV e a Galeria Fonseca Macedo - Arte Contemporânea promovem a exposição de fotografia “Olha”, de 3 de Outubro a 16 de Novembro. Esta exposição reúne um conjunto de trabalhos do fotógrafo Valter Vinagre, sendo o resultado de uma colaboração com a APAV, com o objectivo de retratar o universo das vítimas de crime em Portugal.

"Como fotografar o silêncio? Como fotografar o invisível ou o velado? Desde que há fotografia – melhor seria dizer, desde que há imagem – que o problema se põe. Seja porque o que está em causa são conceitos e não realidades tangíveis, seja porque essas realidades se furtam absolutamente ao olhar da câmara. A violência doméstica, entendida como fenómeno alargado, é um destes casos. É omnipresente em todas as sociedades, mas invisível. É ilegal (é mesmo um crime público) na nossa, mas resistente à sanção social e à lei. O que é novo na modernidade não é a violência, mas, por um lado a natureza dessa violência e, por outro, o modo como a vemos e a enquadramos entre o espaço público e privado. O seu território, o seu capital de impunidade é precisamente esse círculo fechado que constitui a privacidade, que deixa à porta o Estado, as leis, a urbanidade exigível aos comportamentos. (...) Poucos assuntos podiam ser menos atraentes e mais destituídos de glamour e de fotogenia como a vida das pessoas vítimas de violência. O circuito mediático guarda-as normalmente para encarniçar em nós a faceta humanista que todos julgamos ter. A serenidade cúmplice das imagens de Valter Vinagre recusa liminarmente essa parasitagem. No fundo elas dizem uma só coisa de diferentes maneiras. Olha. Compreende o que puderes. Se puderes. E age. Se puderes."
Celso Martins

A exposição estará patente até dia 16 de Novembro.

Fonseca Macedo – Arte Contemporânea
Rua Guilherme Poças Falcão, 21 | Ponta Delgada
Segunda a sábado > 14h às 19h

Novas instalações do Gabinete de Apoio à Vítima de Albufeira

Publicado .

No passado dia 25 de Setembro foram inauguradas as novas instalações do Gabinete de Apoio à Vítima de Albufeira. Fruto de uma parceria da Associação Portuguesa de Apoio à Vítima com a Câmara Municipal de Albufeira, o GAV Albufeira encontra-se agora na Urbanização Habijovem, Loja CH, Bloco C, Quinta da Palmeira, 8200-001 Albufeira.

A inauguração das novas instalações contou com a presença de representantes das duas entidades: João Lázaro, Presidente da APAV; José Carlos Martins Rolo, Presidente da CM Albufeira; Marlene Silva, Vice-Presidente e Vereadora de Acção Social da CM Albufeira; e Carlos Silva e Sousa, presidente da Assembleia Municipal.

O presidente da APAV, João Lázaro, assinalou no discurso de inauguração: "as novas instalações correspondem a uma antiga necessidade da APAV e vão permitir servir melhor a comunidade e as vítimas de crime".

Gabinete de Apoio à Vítima de Albufeira
Urbanização Habijovem, Loja CH, Bloco C
Quinta da Palmeira
8200-001 Albufeira

Tráfico de Seres Humanos: nova campanha governamental

Publicado .

"Não deixe que o tráfico humano escreva o seu destino" é o mote da campanha nacional que foi lançada no Dia Europeu de Combate ao Tráfico de Seres Humanos - 18 de Outubro, na estação do Cais do Sodré, em Lisboa.

A campanha nacional faz parte do II Plano Nacional Contra o Tráfico de Seres Humanos e é promovida pela Secretária de Estado para os Assuntos Parlamentares e Igualdade, através da CIG - Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género.

O número de casos registados em Portugal tem vindo a aumentar. De acordo com os dados veiculados pelo Observatório do Tráfico de Seres Humanos, de 2009 a 2012 o montante de inquéritos passou de 89 para 125. Têm ganho maior expressão os associados à exploração laboral – num sentido clássico (agricultura) ou nas suas piores formas (prática de furtos e mendicidade).

Fonte: Público

Seminário UNISEXO promoveu reflexão sobre a violência sexual e a violência na intimidade no ensino superior

Publicado .

O Seminário Unisexo – uma reflexão sobre a violência sexual e a violência na intimidade no ensino superior realizou-se no passado dia 27 de Junho, no Mosteiro de Santa Clara-a-Velha, em Coimbra.

Integrado no Projecto Unisexo, este evento teve como objetivo promover o diálogo sobre a violência sexual e sobre a violência na intimidade na população adulta, em particular nos estudantes do ensino superior.

Este evento foi promovido no âmbito do Projecto Unisexo – prevenção da violência sexual no ensino superior, financiado pelo QREN/POPH, eixo 7 – igualdade de género, medida 7.3 – apoio técnico e financeiro às ONG, gerido pela Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género, que teve início em Setembro de 2011 e terminará em Agosto de 2013.

O Projecto Unisexo reúne as parcerias do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra e do Instituto Nacional de Medicina Legal e protocolo de colaboração com a Associação Académica de Coimbra. O Seminário teve o apoio do Mosteiro de Santa Clara-a-Velha (Direcção Regional de Cultura o Centro – Secretaria de Estado da Cultura) e da FLYMEDIA Audiovisuais, Lda.

O seminário fomentou um debate fértil sobre a caracterização destes fenómenos, sobre os direitos das vítimas e sobre as práticas de intervenção e de prevenção no âmbito dos crimes sexuais.

Agradecemos a todos os oradores e participantes que contribuíram para o sucesso desta iniciativa!

APAV torna-se membro da Global Alliance Against Traffic in Women (GAATW)

Publicado .

Recentemente a APAV estabeleceu mais uma importante parceria para a sua atuação na área do tráfico de seres humanos, tornando-se membro da Global Alliance Against Traffic in Women (GAATW), uma aliança que reúne instituições não-governamentais sediadas em diferentes países a fim de monitorizar a realidade do tráfico em cada um deles e realizar campanhas para a melhoria das políticas e da legislação nacional e internacional sobre este tema, dando especial ênfase ao tráfico de mulheres.

A GAATW atua no sentido de promover o respeito pelos direitos humanos em todas as iniciativas a respeito do tráfico de seres humanos, nomeadamente na implementação do Protocolo Adicional à Convenção das Nações Unidas contra a Criminalidade Organizada e Transnacional relativo à Prevenção, à Repressão e à Punição do Tráfico de Pessoas. A GAATW luta para promover boas práticas nas iniciativas contra o tráfico de seres humanos, mas também promove críticas às políticas que acarretam um impacto negativo ou prejudicam as vítimas de tráfico, imigrantes e outros grupos vulneráveis.

Tornando-se membro da GAATW, a APAV pretende estreitar a sua colaboração com organizações não-governamentais de outros países, promovendo a troca de experiências e boas práticas, bem como dar a conhecer a realidade do tráfico em Portugal e contribuir para mudanças positivas nesta matéria.

Para saber mais sobre o GAATW e as suas atividades, aceda à página: www.gaatw.org.