banner irs2020 top

Exposição "Olha" de Valter Vinagre | IPDJ Braga

Publicado .

A APAV, em colaboração com o IPDJ - Instituto Português do Desporto e Juventude I.P., promove a exposição de fotografia “Olha” no IPDJ Braga. Esta exposição reúne um conjunto de trabalhos do fotógrafo Valter Vinagre, sendo o resultado de uma colaboração com a APAV, com o objectivo de retratar o universo das vítimas de crime em Portugal.

"Como fotografar o silêncio? Como fotografar o invisível ou o velado? Desde que há fotografia – melhor seria dizer, desde que há imagem – que o problema se põe. Seja porque o que está em causa são conceitos e não realidades tangíveis, seja porque essas realidades se furtam absolutamente ao olhar da câmara. A violência doméstica, entendida como fenómeno alargado, é um destes casos. É omnipresente em todas as sociedades, mas invisível. É ilegal (é mesmo um crime público) na nossa, mas resistente à sanção social e à lei. O que é novo na modernidade não é a violência, mas, por um lado a natureza dessa violência e, por outro, o modo como a vemos e a enquadramos entre o espaço público e privado. O seu território, o seu capital de impunidade é precisamente esse círculo fechado que constitui a privacidade, que deixa à porta o Estado, as leis, a urbanidade exigível aos comportamentos. (...) Poucos assuntos podiam ser menos atraentes e mais destituídos de glamour e de fotogenia como a vida das pessoas vítimas de violência. O circuito mediático guarda-as normalmente para encarniçar em nós a faceta humanista que todos julgamos ter. A serenidade cúmplice das imagens de Valter Vinagre recusa liminarmente essa parasitagem. No fundo elas dizem uma só coisa de diferentes maneiras. Olha. Compreende o que puderes. Se puderes. E age. Se puderes."
Celso Martins

A exposição estará patente no IPDJ Braga até dia 6 de Fevereiro.

IPDJ - Loja Ponto JA - Braga
Rua de Santa Margarida, 6
4710-306 Braga

Segunda a sexta, das 9h00 às 18h00.

APAV_notícias #34 | Janeiro 2014

Publicado .

Aqui está a 34ª edição do boletim APAV_notícias. Esta newsletter condensa informação sobre as mais recentes actividades da APAV: a inauguração das novas instalações do Gabinete de Apoio à Vítima de Portimão; a Corrida de Solidariedade ISCPSI/APAV e Marcha das Famílias; a quinta edição do Barómetro APAV/Intercampus, sobre o tema "Vitimação de estabelecimentos comerciais" na cidade de Lisboa; e a parceria da APAV com o Disney Channel, numa campanha contra o bullying. Em especial destaque nesta edição está a Rede de Apoio a Familiares e Amigos de Vítimas de Homicídio.

A newsletter pode ser consultada neste link:
APAV_notícias #34

Cartão Montepio +Vida apoia a APAV

Publicado .

Ao usar este cartão está a ajudar quem mais precisa.

Com o Cartão de Crédito Montepio +Vida, pode ajudar os que mais precisam, sem quaisquer encargos para si. Cada vez que utilizar o seu Cartão +Vida está a contribuir para Instituições de Solidariedade Social, escolhidas por si. Aproveite todas as vantagens associadas a este cartão. Porque quanto mais o usar, mais sorrisos vai criar.

Este cartão funciona como um normal Cartão de Crédito, disponibilizando um crédito sem juros, até 50 dias. Cada vez que utilizar o seu Cartão de Crédito +Vida, está a contribuir para a Instituição de Solidariedade Social, sem dispensar os seus rendimentos, pois é o Montepio que cede parte da sua margem de negócio.

Sempre que usar o seu Cartão +Vida estará a distribuir sorrisos e a apoiar projetos de solidariedade social! A APAV é uma das instituições beneficiárias desta acção solidária.

Para mais informações:  Cartão +Vida | Montepio

Exposição "Olha" de Valter Vinagre | IPDJ Viana do Castelo

Publicado .

A APAV, em colaboração com o IPDJ - Instituto Português do Desporto e Juventude I.P., promove a exposição de fotografia “Olha” no IPDJ Viana do Castelo. Esta exposição reúne um conjunto de trabalhos do fotógrafo Valter Vinagre, sendo o resultado de uma colaboração com a APAV, com o objectivo de retratar o universo das vítimas de crime em Portugal.

"Como fotografar o silêncio? Como fotografar o invisível ou o velado? Desde que há fotografia – melhor seria dizer, desde que há imagem – que o problema se põe. Seja porque o que está em causa são conceitos e não realidades tangíveis, seja porque essas realidades se furtam absolutamente ao olhar da câmara. A violência doméstica, entendida como fenómeno alargado, é um destes casos. É omnipresente em todas as sociedades, mas invisível. É ilegal (é mesmo um crime público) na nossa, mas resistente à sanção social e à lei. O que é novo na modernidade não é a violência, mas, por um lado a natureza dessa violência e, por outro, o modo como a vemos e a enquadramos entre o espaço público e privado. O seu território, o seu capital de impunidade é precisamente esse círculo fechado que constitui a privacidade, que deixa à porta o Estado, as leis, a urbanidade exigível aos comportamentos. (...) Poucos assuntos podiam ser menos atraentes e mais destituídos de glamour e de fotogenia como a vida das pessoas vítimas de violência. O circuito mediático guarda-as normalmente para encarniçar em nós a faceta humanista que todos julgamos ter. A serenidade cúmplice das imagens de Valter Vinagre recusa liminarmente essa parasitagem. No fundo elas dizem uma só coisa de diferentes maneiras. Olha. Compreende o que puderes. Se puderes. E age. Se puderes."
Celso Martins

A exposição estará patente no IPDJ Viana do Castelo de 13 a 24 de Janeiro.

IPDJ - Loja Ponto JA - Viana do Castelo
Rua do Poço, 16/26
Viana do Castelo
Segunda a sexta, das 9h00 às 18h00.

APAV presente na Segunda Reunião da Plataforma da Sociedade Civil contra o Tráfico de Seres Humanos

Publicado .

Nos dias 9 e 10 de Dezembro a APAV esteve representada na segunda reunião da Plataforma da Sociedade Civil contra o Tráfico de Seres Humanos. Esta é uma plataforma de organizações da sociedade civil dos Estados-Membros da União Europeia e ainda de Marrocos, Turquia e Albânia, que é dinamizada pela Comissão Europeia e tem como objetivo facilitar o contacto e promover a realização de atividades conjuntas no âmbito da prevenção e do apoio às vítimas de tráfico de seres humanos.

No âmbito desta sesta segunda, reunião a APAV participou no workshop sobre o apoio a vítimas de tráfico de seres humanos e forneceu informações sobre os serviços de apoio disponibilizados em Portugal, alertando para a necessidade de os Estados-Membros assegurarem que estas vítimas tenham acesso a apoio especializado, independentemente de participarem do processo-crime, conforme determina a legislação europeia a este respeito.