banner irs2020 top

Campanha "Quebre o silêncio" lançada no Mato Grosso do Sul (Brasil)

Publicado .

O Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul (Brasil) lançou no dia 14 de Março a Campanha “Quebre o Silêncio”, com o objectivo de sensibilizar para a violência sobre as mulheres.

A campanha “Quebre o Silêncio” foi originalmente desenvolvida pela agência JWT para a APAV, em 2005, e foi adaptada para divulgação naquele estado brasileiro na sequência do Termo de Cooperação Técnica assinado entre a APAV e o Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul (Procuradoria-Geral de Justiça).

Este Termo de cooperação, assinado em Fevereiro de 2012, tem por objecto estabelecer cooperação entre as instituições, visando a divulgação no Brasil das campanhas de sensibilização e divulgação públicas da APAV relativas à violência doméstica contra as mulheres.

Seminário-debate: “Violência na intimidade: Dos problemas às práticas" | 21 Fevereiro | Braga

Publicado .

A Escola de Psicologia da Universidade do Minho, no âmbito de um projecto de investigação em curso no CIPsi (Centro de Investigação em Psicologia) sob a coordenação científica da Prof. Doutora Marlene Matos, está a organizar um Seminário-debate subordinado ao tema  “Violência na intimidade: Dos problemas às práticas", a realizar no dia 21 de Fevereiro de 2014, por ocasião do Dia Europeu da Vítima de Crime.

Este encontro, através da participação de diversos especialistas, será um espaço privilegiado para a discussão dos problemas e das especificidades com que se deparam os profissionais que trabalham com vítimas de violência na intimidade, reflectindo sobre as práticas que se têm revelado mais adequadas nesse domínio. O objectivo é possibilitar a partilha e a discussão das experiências profissionais (ex. dificuldades, dilemas, práticas) no âmbito dos temas integrados no Seminário. 

Este seminário debate terá lugar na Escola de Psicologia da Universidade do Minho (Braga).

A inscrição é gratuita, mas obrigatória: ficha de inscrição  | enviar para: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Programa [PDF]

Campanha Bolas de Praia reverte para a APAV

Publicado .

Assinalando o Dia Internacional da Mulher, a empresa Bolas de Praia fez uma campanha de sensibilização sobre a temática da Violência Doméstica.

A par da distribuição de flyers informativos sobre o tema, 10% das vendas dos dias 6 e 7 de Março reverteram a favor da APAV.

Foram ainda oferecidas Bolas de Praia nos Gabinetes de Apoio à Vítima de Porto e Lisboa.

Facebook: Bolas de Praia

Seminário-Debate: "Os Direitos das Vítimas no Processo Crime"

Publicado .

A APAV promoveu, neste dia 20 de Fevereiro, um Seminário-Debate sobre o tema "Os Direitos das Vítimas no Processo Crime". O evento teve lugar nas instalações da CCDRLVT - Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional de Lisboa e Vale do Tejo, que apoiou o evento cedendo o auditório.

O seminário-debate assinalou o Dia Europeu da Vítima de Crime - celebrado a 22 de Fevereiro - e contou com a participação de Maria João Guia (Centro de Estudos Sociais / Universidade de Coimbra), Helena Gonçalves (Procuradoria-Geral da República) e Frederico Moyano Marques (APAV). Houve ainda espaço para o debate, moderado por Marta Atalaya (jornalista, SIC).

Programa [PDF]

Exposição "Olha" de Valter Vinagre | IPDJ Bragança

Publicado .

A APAV, em colaboração com o IPDJ - Instituto Português do Desporto e Juventude I.P., promove a exposição de fotografia “Olha” no IPDJ Bragança. Esta exposição reúne um conjunto de trabalhos do fotógrafo Valter Vinagre, sendo o resultado de uma colaboração com a APAV, com o objectivo de retratar o universo das vítimas de crime em Portugal.

"Como fotografar o silêncio? Como fotografar o invisível ou o velado? Desde que há fotografia – melhor seria dizer, desde que há imagem – que o problema se põe. Seja porque o que está em causa são conceitos e não realidades tangíveis, seja porque essas realidades se furtam absolutamente ao olhar da câmara. A violência doméstica, entendida como fenómeno alargado, é um destes casos. É omnipresente em todas as sociedades, mas invisível. É ilegal (é mesmo um crime público) na nossa, mas resistente à sanção social e à lei. O que é novo na modernidade não é a violência, mas, por um lado a natureza dessa violência e, por outro, o modo como a vemos e a enquadramos entre o espaço público e privado. O seu território, o seu capital de impunidade é precisamente esse círculo fechado que constitui a privacidade, que deixa à porta o Estado, as leis, a urbanidade exigível aos comportamentos. (...) Poucos assuntos podiam ser menos atraentes e mais destituídos de glamour e de fotogenia como a vida das pessoas vítimas de violência. O circuito mediático guarda-as normalmente para encarniçar em nós a faceta humanista que todos julgamos ter. A serenidade cúmplice das imagens de Valter Vinagre recusa liminarmente essa parasitagem. No fundo elas dizem uma só coisa de diferentes maneiras. Olha. Compreende o que puderes. Se puderes. E age. Se puderes."
Celso Martins

A exposição estará patente no IPDJ Bragança até dia 13 de Março.

IPDJ - Loja Ponto JA - Bragança
Rua Oróbio de Castro | Bragança

Segunda a sexta, das 9h00 às 18h00.