banner irs2020 top

Dia da Lembrança das Vítimas do 11 de setembro

Publicado .

Relembra-se, a 11 de setembro, o evento que mudou a perspetiva da segurança global como hoje a conhecemos.

Em 2001, perto das nove horas da manhã, em Nova Iorque, nos Estados Unidos da América, um avião embatia contra as Torres Gémeas, mesmo no coração da cidade. Seria o início de um dia negro, que veio a vitimar milhares de pessoas e centenas de bombeiros e polícias, que se haviam prestado imediatamente para socorrer os que tentavam sobreviver a este ato de terror.

O dia 11 de setembro de 2001 fica marcado como o pior atentado terrorista da história mundial contemporânea. Os seus efeitos ainda hoje são sentidos na circulação de pessoas e bens por todo o mundo, pelo início de uma série de conflitos armados e por uma nova perspetiva do terrorismo que passou a prevalecer como algo que passa a afetar o cidadão comum e não apenas alvos militares ou estratégicos. Passados 18 anos, este evento continua a marcar vítimas, seus/suas familiares e amigos/as, muito para além da cidade de Nova Iorque.

A APAV, através do trabalho conjunto que tem realizado com organizações internacionais de apoio a vítimas de terrorismo, junta-se solidariamente a este dia de lembrança, especialmente à organização VOICES OF SEPTEMBER 11th, que tem desempenhado um papel fundamental ao não fazer esquecer as vítimas deste atentado. Ao longo destes anos, a VOICES tem providenciado apoio concreto e efetivo às necessidades das pessoas afetadas por este ato. A dedicação de Mary Fetchet, fundadora da organização e mãe de uma das vítimas mortais do atentado, é um exemplo de determinação e entrega à causa das vítimas de terrorismo.

A APAV relembra que desde 11 de setembro de 2001 foram vitimados mais de 15 portugueses em diversos atentados terroristas, em várias partes do mundo. O apoio às vítimas de terrorismo é, mais do que uma necessidade, um direito.

Se foi vítima de terrorismo, ou se for familiar ou amigo/a de uma vítima de terrorismo, entre em contacto com a APAV através do 116 006 (chamada gratuita, 9h-21h, dias úteis).