banner irs2020 top

APAV distinguida com Prémio Gulbenkian Coesão

Publicado .

APAV Premio Coesao FCG 1APAV Premio Coesao FCG 2

Créditos: FCG/Márcia Lessa

A APAV – Associação Portuguesa de Apoio à Vítima foi distinguida com o Prémio Gulbenkian na categoria Coesão em 2019, pelo trabalho desenvolvido na área da violência contra grupos vulneráveis.

O Prémio foi entregue pela Presidente da Fundação Calouste Gulbenkian, Isabel Mota, e pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, ao Presidente da Direção da APAV, João Lázaro, em cerimónia realizada no Grande Auditório da Gulbenkian no dia 19 de julho (dia em que a Fundação Calouste Gulbenkian homenageou o seu Fundador, assinalando-se a 20 de julho a sua morte).

O Prémio Gulbenkian Coesão constitui um incentivo à continuação da missão da APAV: enquanto projeto inovador na sociedade portuguesa, ao serviço do país, do desenvolvimento e da coesão social, apoiar quem é vítima de crime e promover a defesa dos direitos das vítimas. A APAV agradece esta distinção à Fundação Calouste Gulbenkian e toma-a como o reconhecimento de um trabalho de mais de 29 anos com as vítimas de violência e de crime.

O Prémio Gulbenkian Coesão tem o valor de 50 mil euros e destina-se-á ao apoio às vítimas de crime de grupos vulneráveis.

A APAV parabeniza ainda o programa “90 Segundos de Ciência” e o Teatro Metaphora, distinguidos com os Prémios Gulbenkian Conhecimento e Sustentabilidade.