II Jornadas de Braga contra a Violência da APAV

Publicado .

 

O Auditório A1 do Campus de Gualtar da Universidade do Minho acolheu, a 14 de maio, as II Jornadas de Braga contra a Violência, realizadas pela APAV. Nesta segunda edição, as jornadas contaram com quatro painéis diversificados, em cujos oradores/as discutiram várias perspetivas do apoio à vítima de crime, bem como a prevenção da violência e da vitimação.

Os trabalhos tiveram início pelas 10.00, depois da abertura pelo Vice-Presidente da Câmara Municipal de Braga, Firmino Marques, pela Vice-Reitora para a Cultura e Sociedade da Universidade do Minho, Manuela Martins, e pelo Presidente da APAV, João Lázaro.

O I Painel - Um Olhar sobre as Vítimas de Violência Especialmente Vulneráveis contou com a moderação de Ângela Maia (Escola de Psicologia, Universidade do Minho) e com as intervenções de Paula Allen (Vice-Presidente da Associação Plano i e Coordenadora geral das questões LGBTI) sobre pessoas LGBTI, José Ferreira Alves (Escola de Psicologia, Universidade do Minho) sobre pessoas idosas, Rui Machado (Psicólogo clínico, Director Técnico do CAVI da APPACDM do Porto) sobre pessoas com deficiência e Carla Ferreira (gestora técnica da Rede CARE da APAV - rede de apoio especializado a crianças e jovens vítimas de violência sexual), sobre crianças e jovens.

O II Painel - Novos Desafios em Torno da Proteção de Crianças e Jovens encerrou os trabalhos da manhã com várias contextualizações da posição das crianças e jovens no sistema de Justiça. Este painel contou com Joaquim Silva (Juiz do Tribunal de Família e Menores de Mafra), Helga Cláudia Castro (Instituto de Educação, Universidade do Minho) e com a moderação de Paulo Guerra (Juiz Desembargador em comissão de serviço no CEJ).

Na parte da tarde, decorreu o III Painel - Propostas de Prevenção com Crianças e Jovens, com as intervenções de Paula Varandas (autora do Projeto Educar para o Direito) e de Rosa Saavedra (Assessora Técnica da Direção da APAV e responsável pelo Projeto SER - Sensibilizar e Educar para os Relacionamentos). A moderação foi de Ana Sani (Universidade Fernando Pessoa).

O IV Painel - Uma Reflexão sobre a Vítima contou com as intervenções de Ana Guerreiro (Escola de Criminologia da FDUP/ISMAI/UMAR), Margarida Santos (Escola de Direito, Universidade do Minho) e Frederico Moyano Marques (Jurista e Assessor Técnico da Direção da APAV, com "O papel dos serviços de apoio à Vítima VS. Efetivação do Estatuto de Vítima).

Marta Mendes, gestora do Gabinete de Apoio à Vítima de Braga da APAV, encerrou estas II Jornadas de Braga Contra a Violência.

A todas as pessoas que participaram nestas jornadas, o nosso obrigad@!