• banner estrela klahan

Estatísticas APAV | Vítimas de Homicídio | Relatório Anual 2018

Publicado .

A APAV apresenta o relatório estatístico da Rede de Apoio a Familiares e Amigos de Vítimas de Homicídio e Vítimas de Terrorismo (RAFAVHVT). O relatório reporta-se ao ano de 2018 e dá conta do apoio prestado por esta sub-rede da APAV e do trabalho do Observatório de Crimes de Homicídio (OCH) - Observatório de Imprensa dos Crimes de Homicídio em Portugal e de Portugueses Mortos no Estrangeiro.

Em 2018, a RAFAVHVT realizou 1218 atendimentos, entre novos processos de apoio e processos que tem vindo a acompanhar de anos anteriores, aos quais foram somados 28 crimes de homicídio em forma tentada e 19 crimes de homicídio na forma consumada em 2018. No entanto, as vítimas acompanhadas pela APAV são apenas uma parcela de uma realidade mais abrangente de homicídios que aconteceram em Portugal, ou de cidadãos/ãs portugueses/as mortos/as no estrangeiro.

Através do Observatório de Imprensa de Crimes de Homicídio em Portugal e de Portugueses no Estrangeiro, a RAFAVHVT contabilizou 87 crimes de homicídio consumado em Portugal e 25 portugueses/as assassinados/as fora de Portugal. O crescimento preocupante dos crimes de terrorismo levou a APAV a destacar o trabalho que tem sido levado a cabo nesta área, acrescentando, em 2019, o termo “Vítimas de Terrorismo” à designação da sub-rede.

Estatísticas APAV | Vítimas de Homicídio | Relatório Anual 2018

 

RAFAVHVT
A Rede de Apoio a Familiares e Amigos de Vítimas de Homicídios e Vítimas de Terrorismo - RAFAVHVT foi criada como sub-rede de apoio especializado da APAV em 2013, com o intuito de prestar um apoio que permita lidar com as consequências práticas, jurídicas, sociais e emocionais do crime de homicídio. Mais recentemente, a rede estendeu a sua designação também aos familiares de vítimas de terrorismo. Os familiares e amigos/as destas vítimas são vistos/as, frequentemente, como vítimas indiretas do fenómeno; todavia, o impacto nas suas vidas é real, direto, visível e profundo, causando alterações nas suas rotinas, qualidade de vida, bem-estar e até na saúde mental.