InformaÇÕes gerais


O seminário terá lugar no Hotel Olissipo Oriente.
Av. Dom João II, Lote 1.03.2.2
1900-083 Lisboa
Telefone: +351 21 8929100
Fax: +351 21 8929119



Alojamento
Para o alojamento sugerimos o hotel onde se realizará o seminário. Para reservas, por favor envie um e-mail para, referindo que pretende estadia no Hotel Olissipo Oriente, para rsv@olissippohotels.com

Como chegar ao Hotel a partir do aeroporto de Lisboa?
A nova linha de metro é a forma mais fácil e barata de se deslocar do Aeroporto até ao Hotel Olissipo Oriente, pelo que a linha de Metro que os liga é a linha vermelha (deverá sair na última paragem – Oriente).

Outra forma rápida de chegar ao Hotel é de TAXI. A tarifa inicial durante o dia é de 2 Euros e de 2.50 Euros durante a noite, fins-de-semana e feriados.

Geografia
Lisboa é a capital de Portugal, a norte do estuário do Tejo, na costa atlântica europeia. É a cidade mais a oeste da Europa Continental. A Grande Lisboa tem aproximadamente uma área de 1.000 km2. A cidade fica aproximadamente no centro do país, a cerca de 300 km do Algarve, no sul, e a 400 km da fronteira norte com Espanha. Lisboa fornece uma grande variedade de opções ao visitante, incluindo praias, campo, montanhas e áreas de interesse histórico apenas a poucos km do centro da cidade. Lisboa é conhecida como a cidade branca, graças à sua luminosidade única. A luz, a atmosfera e o clima proporcionam maravilhosos passeios por toda a cidade. A cidade tem uma beleza que se estende para além dos monumentos, que pode ser experimentada nas ruas, que é abraçada por todos os sentidos.


Locais interessantes para visitar

Bairro Alto
O Bairro Alto é um dos mais característicos e atractivos bairros da cidade. Típico e popular, o Bairro Alto tem muitas facetas modernas, com lojas de roupa e muitos bares. É um local onde as pessoas se encontram numa atmosfera eclética e multicultural – que é uma das melhores razões para visitar este Bairro. É essencial explorá-lo para descobrir todas as suas ruas e becos. Neste espaço encontram-se bons restaurantes, livrarias, salas de chá, lojas de design e boutiques de alguns dos mais respeitados designers de moda portugueses. É um bairro entusiasmante, cheio de atracções, que combina excentricidade e sofisticação com tradição e antiguidade. Uma caminhada em torno do Bairro Alto é uma experiência que não pode ser repetida em qualquer outra parte da cidade. Depois do Bairro Alto, caminhe para o Chiado, onde irá descobrir uma atmosfera ainda mais sofisticada. Um local de encontro para jovens, artistas e intelectuais, o Chiado é uma zona de cafés emblemáticos, tais como "A Brasileira", escolas de arte, teatros e história viva.

Para além da sua beleza intrínseca, são as pessoas que fazem do Chiado aquilo que ele é, com as suas actividades. A zona do Carmo, depois do Chiado, tem alguns dos mais fascinantes locais históricos da cidade, tais como o Convento e Igreja do Carmo, que têm mantido a sua elegância e grandiosidade. Aqui pode visitar as ruínas e o Museu Arqueológico do Carmo, que detém uma colecção de artefactos pré-históricos, Romanos, medievais, Manuelinos, Renascentistas e Barrocos. O Largo do Carmo é também emblemático pela história portuguesa contemporânea, local de eventos importantes da Revolução de 1974. O Carmo está ligado à Baixa por outro monumento-chave da cidade, o irresistível Elevador de Santa Justa. Do topo do Elevador tem-se uma óptima vista sobre a Baixa Pombalina. Não perca a oportunidade de subir o Elevador, o único elevador vertical que fornece um serviço público e que foi desenhado por um discípulo de Gustave Eiffel, o que explica o seu estilo arquitectónico único.

Baixa
Na Baixa, a zona tradicional do comércio da cidade, encontrará dezenas de lojas e uma grande área para passeios. A Rua Augusta é a artéria principal da Baixa Pombalina, sita entre o Terreiro do Paço (tradicionalmente designada pelos ingleses como A Praça do Cavalo Negro), aberta ao rio e um símbolo de poder, e a bonita Praça do Rossio (Praça Dom Pedro V). No cimo do Rossio, descubra a Avenida da Liberdade, e faça uma caminhada ao longo daquela, que no século IX era o "Passeio Público" da cidade. Hoje a Avenida está repleta de lojas de luxo, para o comércio mais cosmopolita e internacional na cidade.

Belém
Em Belém, na frente ribeirinha, encontrará dois monumentos manuelinos magníficos, a Torre de Belém e o Mosteiro dos Jerónimos. Desenhada no séc. XVI por Francisco Arruda, a Torre de Belém é uma torre quadrangular com um bastão poligonal de frente para o rio Tejo. O exterior está ornamentado com decoração abundante, as suas fachadas mostram influência árabe e veneziana nas varandas e balcões, contrastando com o interior, que é muito mais austero em termos decorativos. Os elementos orgânicos do estilo manuelino estão aqui representados de diversas formas e a Torre de Belém detém a primeira escultura de um animal Africano, um rinoceronte. Muito mais recente, mas ainda invocando a grandeza da Época dos Descobrimentos em Belém, está o Padrão dos Descobrimentos. O monumento, de 1960, comemora os quinhentos anos da morte do Infante D. Henrique, o Navegador, prestando tributo ao instigador das Viagens dos Descobrimentos e um dos navegadores portugueses mais importantes. A singularidade de Belém é sem dúvida o seu papel enquanto símbolo da "idade de ouro" das Viagens dos Descobrimentos. Contudo, a idade moderna e o entretenimento cultural estão também presentes no CCB – Centro Cultural de Belém. Para passear nos extensos jardins, para admirar a vista do rio ou simplesmente para relaxar com um delicioso "pastel de nata", uma visita a Belém é fundamental.

O Pastel de Belém é um verdadeiro tesouro culinário. Fundada em 1837, a "fábrica" atrai centenas de visitantes. E não é surpreendente, pois esta receita secreta produz uma delícia inesquecível. A gastronomia de Lisboa é, em todos os sentidos, original e muito saborosa. Os bifes estão entre os pratos mais populares, sendo o Bife à Café o mais típico de Lisboa. Em qualquer restaurante, encontrará pelo menos um prato de bacalhau salgado e, alguns restaurantes, são exclusivamente especializados em receitas com este tão apreciado peixe. Passeie nas ruas no Outono ou Inverno para descobrir as famosas castanhas assadas. Vendidas nas ruas, elas tornaram-se parte integrante da vida quotidiana na cidade. Saborosas e estaladiças, as castanhas são essenciais para qualquer passeio pelas ruas de Lisboa. Durante o seu passeio, vai também descobrir um dos elementos mais originais da cidade: a calçada portuguesa – a tradicional pedra preta e branca do pavimento de mosaico. Pode apenas olhar para a frente ou à sua volta. Para apreciar realmente Lisboa, tem que olhar para o chão, pois alguns dos pavimentos são verdadeiras obras de arte. Esta forma tradicional de decoração urbana tem um valor estético genuíno e é uma clara expressão da cultura nacional.

Quando se fala de expressões culturais, é inevitável falar do Fado. Em Lisboa, existem numerosas Casas de Fado, principalmente nos bairros populares de Alfama e Bairro Alto. Desde o mais formal, onde a força emocional desta forma musical única gera um frisson de apreço entre o público, até ao mais informal, onde toda a gente canta espontaneamente. A emoção única intensificada pela voz e pela música, combinando alegria e tristeza, reflectindo sempre a vida em toda a sua força e paixão.

Parque das Nações
O Parque das Nações é também ideal para todas as idades. Na zona este de Lisboa, onde teve lugar a Expo 98, pode encontrar-se um extenso complexo cultural, de entretenimento, residencial e empresarial, que se tornou um foco chave da vida da cidade e um exemplo de uma vida moderna integrada. Um espaço que deixa todos os visitantes espantados com a sua harmonia, com o rio e com a diversidade que oferece. Para além dos jardins junto ao rio, podemos encontrar edifícios únicos, como o Pavilhão Atlântico, onde decorrem muitos concertos e grandes eventos desportivos internacionais. Desde 2006 o Parque das Nações tem também uma atracção especial, o Casino Lisboa. Não se deve perder também o Oceanário de Lisboa, que extasia os mais novos ou mais velhos com a diversidade da sua fauna. O Pavilhão do Conhecimento e a Torre Vasco da Gama são outras das atracções deste parque único. É uma experiência fantástica dar uma volta no teleférico, que oferece uma vista maravilhosa ao longo do circuito de 1 km.

Docas
Ainda na frente ribeirinha e oferecendo uma infra-estrutura atractiva, encontram-se as Docas. As Docas de Lisboa, e particularmente Alcântara, estão entre os locais de encontro favoritos dos lisboetas. Famílias, pessoas de todas as idades, desfrutam do rio e da variedade de sítios para andar e encontrar os seus amigos. Os terraços dos cafés e os locais de entretenimento e cultura enchem-se de pessoas determinadas em divertir-se. Mais do que mero entretenimento, nesta era moderna, Lisboa oferece agora excelentes condições e instalações para acções profissionais e eventos, tais como conferências. A FIL, no Parque das Nações, bem como o remodelado e modernizado Centro de Congressos de Lisboa, ou o único Centro Cultural de Belém, são exemplos de alguns dos edifícios disponíveis para actividades profissionais. De facto, Lisboa encontrou a fórmula impossível de combinar trabalho e entretenimento numa única viagem.

À Noite
Lisboa é uma cidade muito viva. Está sempre algo a acontecer, ao longo de 365 dias por ano. Eventos culturais, festas, feiras, festivais, são uma constante da capital portuguesa. Mas é à noite que as principais portas do entretenimento se abrem, com bairros inteiros dedicados ao divertimento. Os jovens adultos são os maiores consumidores da noite de Lisboa, mantendo a tradição do divertimento nocturno até de madrugada. O Bairro Alto tem uma tradição singular na história da noite lisboeta. Sempre em mudança, tornou-se uma das áreas da cidade com mais bares. As ruas estreitas estão todas as noites repletas de pessoas, especialmente às sextas e sábados, quando todos aproveitam o fim-de-semana. O número de ruas e a grande diversidade da clientela fazem do Bairro Alto um lugar com público muito diversificado, de jovens de todos os estilos, a clientes mais antigos que procuram bares sossegados com boa música. Umas das características particulares do "Bairro", como é chamado pelos seus habitués, é a de que a vida nocturna está sempre nas ruas. Os bairros em torno do Bairro Alto agora têm também bastante vida nocturna, tais como a Bica, o Príncipe Real e o Rato.

As zonas ribeirinhas oferecem muita vida nocturna e alguns dos mais populares locais de diversão nocturna. Os mais conhecidos estão na Av. 24 de Julho, bem como a zona de Santos. Ali podem encontrar-se dezenas de bares e discotecas, e alguns dos mais populares clubes e bares da cidade. Nas Docas, em Alcântara e Santo Amaro, também poder-se-á encontrar muito entretenimento, mesmo junto ao rio. Estas áreas, que têm também muita vida durante o dia, oferecem o local perfeito para uma óptima noite. Na zona de Santa Apolónia pode encontra uma das discotecas mais fashion de Lisboa. Para além de dançar e gozar da atmosfera única, pode também ouvir concertos e os melhores DJs internacionais. Nesta zona ribeirinha pode encontrar também excelentes restaurantes.

Clima
Lisboa tem das médias mais elevadas de horas de sol anual na Europa. No Verão – nomeadamente entre Julho e Agosto - as temperaturas alcançam valores superiores a 30ºC, estando as mínimas na ordem dos 16ºC/17ºC.

Telefones
Nas cabinas telefónicas públicas podem-se utilizar moedas ou cartões específicos que estão à venda nas lojas Telecom Portugal, nas Estações de Correio e em alguns quiosques e tabacarias (assinalados no local). Todos os números de telefone em Portugal são compostos por nove dígitos. Para ligar do estrangeiro para Portugal, é necessário marcar o indicativo internacional 00 e o indicativo de país 351. Para telefonar de Portugal para o estrangeiro, marque 00, o código do país e da cidade, seguido do número pretendido. Os indicativos dos diversos países estão expostos nas cabinas telefónicas públicas.

Telemóveis
Portugal é um dos países com maior número de utilizadores de telemóveis. As três redes que asseguram este serviço - TMN, Vodafone e Optimus – mantêm acordos de roaming com a maioria das companhias internacionais, e providenciam uma boa cobertura a nível nacional. O Código de Estrada proíbe a utilização de telemóveis durante a condução de veículos, excepto se forem usados dispositivos de alta voz ou o auricular, estando previstas sanções em caso de infracção.

Internet
Mediante pagamento, o acesso à internet é disponibilizado em alguns cafés e em numerosas Estações de Correio que possuem o serviço Netpost. Em diversos Hotéis e espaços públicos como Aeroportos, Salas de Congressos, Restaurantes, Áreas de Serviço e Centros Comerciais, existem zonas "wireless" ou "wi-fi" devidamente assinaladas, onde é possível aceder à internet sem fios.

Transportes

Metro
O sistema tarifário do Metropolitano de Lisboa está integrado na estrutura de coroas da Região de Lisboa. A rede actual do Metro abrange duas zonas: a maioria da rede desenvolve-se na Coroa L, penetrando na Coroa 1 apenas os troços "Senhor Roubado / Odivelas" da Linha Amarela e "Pontinha / Amadora Este" da Linha Azul. O Metropolitano de Lisboa dispõe de uma gama variada de títulos de transporte compreendendo títulos exclusivos do Metropolitano, combinados com a Carris, combinados com outros operadores e intermodais.

Os diversos tipos de bilhetes e passes disponíveis e as respectivas tarifas em vigor são os seguintes:


Autocarros
Bilhetes comprados a bordo – 1,75€
Bilhetes de 24h Carris/Metro - 5€

Táxis
No serviço urbano, a bandeirada (preço inicial) durante o dia custa 2 euros e no período nocturno, fim-de-semana e feriados é de 2,50 euros. Estes valores são acrescidos de fracções de percurso e tempo. A chamada através de Rádio Táxi representa um custo adicional de 0,80 euros e o transporte de bagagem que implique a utilização de tejadilho ou porta-bagagens um suplemento de 1,60 euros. No transporte fora das cidades o serviço é pago ao quilómetro, sendo também contabilizados os custos de retorno do veículo, quer o passageiro faça a viagem de regresso ou não. Normalmente o preço é acordado logo no início da viagem.

Moeda
Portugal faz parte do grupo de 17 países da União Europeia, em que o Euro é a moeda oficial e comum a todos. 1 Euro divide-se em 100 Cêntimos. Para as novas moedas definiram-se oito valores faciais: 1, 2, 5, 10, 20 e 50 Cêntimos e 1 e 2 Euros. As notas distinguem-se pela sua dimensão e cor e têm os seguintes valores: 5, 10, 20, 50, 100, 200 e 500 Euros. As moedas têm numa das faces desenhos comuns (face europeia) enquanto a outra face tem um símbolo nacional, sendo que todas as moedas de Euro podem ser utilizadas em todos os países aderentes, independentemente da sua face nacional.

Câmbios
O câmbio da moeda é efectuado nos bancos, que estão abertos ao público das 08h30m às 15h00m, durante os 5 dias úteis da semana, nas casas de câmbio e máquinas automáticas (disponíveis apenas para operações de venda de divisas).

Multibanco
Existe uma rede nacional de Caixas automáticas, identificada por MB (Multibanco), que permite o levantamento de numerário, 24 horas por dia.

Cartões de Crédito
Em Portugal, os cartões de crédito mais utilizados são: Visa; American Express; Diners Club; Europay/Mastercard; JCB; Maestro. No caso de extravio ou roubo do seu cartão Visa ou Mastercard, poderá pedir ajuda através dos seguintes telefones:
- Visa: Tel. 800 811 107
- Mastercard: Tel. 800 811 272

Serviços

Aluguer de automóveis
Nos aeroportos, nas estações terminais de transportes internacionais de caminhos-de-ferro, e nas principais localidades, existem serviços de aluguer de automóveis sem condutor. Para os condutores com dificuldades de locomoção, ou que o preferirem, é possível o aluguer de veículos com caixa automática ou adaptados. Para o aluguer de viaturas é necessário:
- ter entre 21 e 25 anos, consoante as condições de aluguer de cada empresa;
- apresentar uma identificação (bilhete de identidade para os cidadãos da U.E. ou passaporte válido para as outras nacionalidades);
- carta de condução válida há mais de um ano.

Bancos
Os Bancos estão abertos ao público entre as 8h30 e as 15h, nos cinco dias úteis da semana. Existe uma rede nacional de ATMs, identificada por MB (Multibanco), que permite o levantamento de numerário, 24 horas por dia.

Correios
Na generalidade, as Estações de Correio encontram-se abertas de 2ª a 6ª feira, das 9h às 18h. As estações centrais e dos aeroportos têm horários mais alargados, podendo estar abertas aos sábados e em alguns casos também aos domingos. Os selos vendem-se nas Estações de Correio e nas máquinas existentes nas ruas. Muitas Estações de Correio disponibilizam o serviço Netpost que mediante pagamento, permite o acesso ao E-mail pessoal e à internet. Poderá obter informações mais pormenorizadas sobre horários e serviços disponíveis em cada Estação em www.ctt.pt

Farmácias
Na generalidade, as Farmácias estão abertas ao público nos dias úteis entre as 9h e as 19h (algumas encerram para almoço entre as 13h e as 15h), e aos sábados das 9h às 13h, encontrando-se assinaladas por uma cruz verde iluminada, quando de serviço durante a noite. Todas têm afixada na porta informação acerca das Farmácias que se encontram abertas à noite e estão mais próximas.

Lojas
Tradicionalmente as Lojas funcionam de 2ª a 6ª feira, abrindo as suas portas entre as 9h e as 10h, e encerram às 19h. Algumas fazem uma pausa à hora de almoço, das 13h ás 15h. Aos sábados, de Janeiro a Novembro, o comércio encerra na generalidade às 13h, embora algumas lojas situadas no centro das cidades se mantenham abertas durante a tarde. No mês de Dezembro, para facilitar as compras de Natal, o comércio funciona ao sábado à tarde, e em alguns casos também ao domingo. Os numerosos Centros Comerciais, que existem dentro e fora das cidades, possuem um horário de funcionamento mais alargado - habitualmente das 10h às 24h, todos os dias da semana. Aqui, encontram-se lojas das principais marcas internacionais, mas o comércio mais tradicional, com produtos portugueses, está espalhado pelas ruas das localidades, sobretudo nos bairros antigos.

Custo de vida

Comidas e bebidas
Os preços são variáveis e dependem do tipo de estabelecimento escolhido e de estar ou não implícito um serviço de mesa ou esplanada, pelo que os valores apresentados são meramente indicativos. O café expresso, tão apreciado pelos portugueses e popularmente designado por "bica", custa cerca de 60 a 70 cêntimos ao balcão num café tradicional. Um galão (copo de café com leite) pode custar entre 0,70 e 1,20 euros e um chá cerca de 1 a 1,50 euros. Um sumo de laranja natural custa cerca de 2,50 euros e uma cerveja ou uma cola entre 1,00 a 1,50 euros. Uma sanduíche de queijo ou fiambre custa entre 1,50 a 2,50 euros e uma torrada ou um bolo não custarão mais de dois euros. Se fizer uma refeição completa poderá gastar cerca de 8 a 11 euros por pessoa num snack-bar, entre 13 a 20 euros se optar por um restaurante de 2ª classe e cerca de 30 a 50 euros num restaurante de 1ª classe ou numa casa de fados.

Cultura
O bilhete de entrada num Museu, Monumento nacional ou numa exposição pode custar entre dois a cinco euros. Um bilhete de cinema custa cerca de 5,50 euros. No teatro, os bilhetes podem variar entre 10 e 30 euros e para Concertos, espectáculos de Ópera ou de Ballet os custos podem oscilar entre 15 e 75 euros. Para assistir a corridas de touros, cuja temporada decorre entre o Domingo de Páscoa e o dia de Todos os Santos, os bilhetes podem variar entre os 15 e os 75 euros, dependendo da praça de touros e dos participantes.

Electricidade
A corrente eléctrica em Portugal é de 230/400 volts, na frequência de 50 hertz, e as tomadas de corrente seguem as normas europeias. A utilização de fichas de lâmina (padrão americano) deve ser conjugada com um transformador para 230 volts e, ainda, uma ficha adaptadora.

Números úteis:
Número Nacional de Emergência: 112
Informação Turística - Em Portugal contacte: 808 781 212
SEF - Serviço de Estrangeiros e Fronteira: 808 202 653
P.S.P / Comando Metropolitano de Lisboa: 21 765 42 42
Esquadra de Turismo Lisboa: 21 342 16 23
GNR / Comando Geral: 21 321 70 00

Lei Prevenção do Tabagismo
Desde o dia 1 de Janeiro de 2008 que é proibido fumar cigarros, charutos e cachimbos em locais públicos fechados, estando incluídos: edifícios governamentais (que devem ser livres de fumo), locais de trabalho, transportes públicos, escolas e recintos desportivos, hospitais, museus, estabelecimentos de comida e bebida, parques de estacionamento cobertos, cinemas e bibliotecas, bares e restaurantes, onde só é permitido fumar em zonas designadas para o efeito.