• banner CARE 404x132
  • banner cansada

14ª Corrida de Solidariedade ISCPSI/APAV e Marcha das Famílias | 26 Março 2017

No dia 26 de Março de 2017 realiza-se a 14ª edição da Corrida de Solidariedade ISCPSI/APAV e Marcha das Famílias, entre Alcântara e Belém (Lisboa).

Esta é uma iniciativa solidária promovida pelo Instituto Superior de Ciências Policiais e Segurança Interna (ISCPSI) e pela Associação Portuguesa de Apoio à Vítima. A Corrida da Solidariedade ISCPSI/APAV tem um percurso de 10 quilómetros, e é uma competição de atletismo. A Marcha das famílias, com 3,5 quilómetros, não tem cariz competitivo.

A partida terá lugar junto ao edifício do ISCPSI (Rua 1º de Maio, Alcântara), estando a meta situada junto ao Mosteiro dos Jerónimos, em Belém.

Inscrições:
8€ - até 31 de Janeiro
9€ - até 28 de Fevereiro
10€ - até 20 de Março

Inscrições e informações:
www.corridadesolidariedade.org

APAV assina protocolo para apoiar vítimas no Alto Alentejo

No âmbito da Estratégia de Territorialização de Combate à Violência Doméstica, a APAV assinou um protocolo de colaboração que visa promover as condições necessárias à proteção das vítimas de violência doméstica e de género, procedendo à cobertura progressiva destes serviços de apoio nos territórios dos municípios da zona oeste do Alto Alentejo.

A assinatura deste protocolo vai permitir o apoio da APAV às populações dos municípios  de Alter do Chão, Avis, Crato, Fronteira, Gavião, Nisa, Ponte de Sor e Sousel.

As entidades signatárias do protocolo são a Secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade; os municípios referidos; a CIG – Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género; os serviços desconcentrados da administração directa do Estado na área da Segurança Social, Educação, Saúde e Formação Profissional; serviços do Ministério da Justiça na área da Medicina Legal, da Reinserção e dos Serviços Prisionais, Comissões de Protecção de Crianças e Jovens; GNR; PSP; Bombeiros; e Instituto Politécnico de Portalegre.

Violência no Namoro: FAZ STOP!

Assinalando o Dia dos Namorados, 14 de Fevereiro, a APAV apresenta uma nova campanha de sensibilização sobre violência no namoro. A campanha foi desenvolvida pela CARMEN, agência criativa do YoungNetwork Group, que a produziu de forma mecenática. Esta nova campanha de sensibilização tem um particular enfoque nas redes sociais, assente na mensagem: "A violência no namoro é uma realidade que só termina quando decides pará-la. FAZ STOP!"

A violência no namoro acontece quando, no contexto das relações de namoro, um dos parceiros (ou mesmo ambos) recorre à violência com o objectivo de se colocar numa posição de poder e controlo. Esta violência pode assumir diferentes formas: verbal, psicológica, física e/ou sexual.

A APAV está disponível para apoiar, através da Linha de Apoio à Vítima (116 006, chamada gratuita) e da rede nacional de Gabinetes de Apoio à Vítima.

Projecto T@lk | Resultados do inquérito sobre o apoio à distância para as vítimas de crime

As tecnologias de informação e comunicação constituem, cada vez mais, ferramentas fundamentais para o acesso a apoio e/ou a informação em situações de violência ou crime. Ferramentas como o e-mail, os websites informativos ou as linhas de apoio representam serviços de apoio à distância valiosos para as vítimas de crime, em particular para as que, de outra forma, não acederiam a serviços de apoio.

Perante esta realidade e as mudanças na forma como a comunicação é atualmente efetuada, a Associação Portuguesa de Apoio à Vítima realizou um inquérito sobre o apoio à distância para as vítimas de crime, tendo contado com a participação de 60 organizações e serviços de apoio à vítima na Europa.

Os resultados deste inquérito revelaram que a maioria das entidades participantes refere dispor de alguma forma de apoio à distância para as vítimas de crime, seja através de linhas telefónicas de apoio à vítima, de ferramentas de apoio online ou de ambas.

No caso concreto do apoio online para as vítimas de crime, as formas convencionais de apoio e/ou informação, como o e-mail ou os websites, foram apontadas como as ferramentas mais utilizadas pelas vítimas.

As organizações e serviços de apoio à vítima identificaram diversas vantagens relativamente ao apoio online para as vítimas de crime, de entre as quais se destaca a maior acessibilidade ao apoio existente e a flexibilidade/conveniência no acesso aos serviços. Os resultados relevaram ainda que uma proporção significativa das entidades sem ferramentas de apoio online para as vítimas de crime evidencia alguma indecisão ou relutância quanto ao desenvolvimento/implementação deste tipo de serviços de apoio.

Este inquérito foi desenvolvido no âmbito do Projeto T@LK – apoio online para as vítimas de crime, promovido pela Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV) e cofinanciado pelo Programa Justiça da União Europeia. Este projeto conta com a parceria de Victim Support Malta, Human Rights Monitoring Institute, Victim Support Finland, Catalan Society of Victimology e do Victim Support Europe.

O relatório completo com os resultados do inquérito está disponível aqui.

APAV Notícias #71 | Fevereiro 2017

A newsletter APAV Notícias, boletim informativo da APAV, apresenta um resumo das actividades mais recentes da Associação. A edição #71, fevereiro de 2017, reúne informação sobre: a nova campanha de sensibilização sobre violência no namoro; a assinatura do protocolo para o apoio a vítimas de crime no Alto Alentejo; o Seminário "Práticas e Reflexões para o Futuro no Acolhimento de Vítimas de Violência Doméstica", que terá lugar no dia 29 de Março; e a 14ª edição da Corrida de Solidariedade ISCPSI/APAV e Marcha das Famílias, que se realiza no dia 26 de Março. A newsletter inclui ainda vários destaques.

Consulte aqui a newsletter:
APAV Notícias #71 | Fevereiro 2017

Facebook Kapak Resimleri en yeni oyunlarkız oyunları php dersleri canadian provincial flagscustom flag bayrak custom flagscustom flag promosyon