• banner VD 404x132
  • banner cansada
  • banner cansada

Há pessoas a gritar por ajuda no Modelo 3

Ao preencher a declaração de IRS, pode ajudar a APAV. Basta ir ao quadro 11 do Modelo 3 e, no campo 1101, doar 0,5% do imposto liquidado à APAV: 502.547.952.

Não paga mais por isso e ajuda-nos a colocar uma cruz sobre este assunto.

E se o que publica nas redes sociais fosse usado para escrever a sua biografia?

Os portugueses vivem nas redes sociais. E partilham todo o tipo de informação e dados sobre a sua vida profissional e pessoal. Muitas vezes sem darem conta disso. E isto não é só em Portugal, tem uma dimensão mundial. A cada segundo que passa, só os 1,5 biliões de utilizadores ativos do Facebook fazem mais de 510 mil comentários, publicam mais de 136 mil fotografias e alteram mais de 293 mil perfis.

Esta partilha exagerada leva a que muitas pessoas sejam vítimas de vários tipos de cibercrime: phishing, stalking, cyberbullying, entre outros. Para alertar para este perigoso fenómeno, a APAV convidou o premiado escritor João Tordo, para que a partir dos dados publicados exclusivamente nas Redes Sociais de uma pessoa, escrevesse a sua biografia. O resultado é uma biografia inesperada.

Não escreva a sua biografia nas redes sociais.

APAV Notícias #62 | Maio 2016

A newsletter APAV Notícias, boletim informativo da APAV, apresenta um resumo das actividades mais recentes da Associação. A edição #62, Maio de 2016, reúne informação sobre: a campanha de consignação do IRS; a publicação do relatório final do Projecto IVOR; a Palestra “Crianças e Jovens Vítimas de Crime”, promovida pela APAV e pela Polícia de Segurança Pública de Vila Real; e a exposição de fotografia "O Virar da Página", de José Sarmento Matos, que se encontra no Tribunal Judicial da Comarca de Santarém. A newsletter inclui ainda vários destaques.

Consulte aqui a newsletter:
APAV Notícias #62 | Maio 2016

Prémio APAV para a Investigação 2016 - Candidaturas abertas

Neste ano de 2016 a APAV promove a segunda edição do Prémio APAV para a Investigação, com o apoio da Fundação Montepio.

O Prémio APAV para a Investigação destina-se a premiar trabalhos de investigação científica sobre temas ou problemas relacionados com a missão da APAV: “Apoiar as vítimas de crime, suas famílias e amigos, prestando-lhes serviços de qualidade, gratuitos e confidenciais e contribuir para o aperfeiçoamento das políticas públicas, sociais e privadas centradas no estatuto da vítima”.

 

Condições gerais:

- O Prémio APAV será atribuído anualmente pela APAV a um trabalho inédito, desenvolvido em língua portuguesa.
- O Prémio APAV será atribuído a um trabalho que contribua para o conhecimento geral ou específico dos temas ou problemas relacionados com as vítimas de crime, ou para a melhoria de qualidade dos serviços de apoio à vítima em Portugal.
- O Prémio APAV será atribuído a um trabalho desenvolvido em áreas científicas diversas, tais como Direito, Psicologia, Serviço Social, Sociologia, História, Economia, Saúde, Antropologia, Criminologia, Vitimologia, Pedagogia, etc.

 

Formulário de Candidatura [Link]

A data limite para envio das candidaturas é 30 de Junho de 2016.

Consulte aqui o Regulamento [PDF].

Mais informações:
apav.pt/premio_apav

Exposição “O Virar da Página” | Tribunal Judicial da Comarca de Santarém | Até 19 Junho

A Associação Portuguesa de Apoio à Vítima e o Tribunal Judicial da Comarca de Santarém promovem a exposição de fotografia "O Virar da Página", de José Sarmento Matos. 

A exposição foi inaugurada no dia 19 de Maio, contando com a presença do Juiz Presidente da Comarca de Santarém, Juiz de Direito Dr. João. Guilherme Gato Pires da Silva, e do Presidente da APAV, João Lázaro.

A exposição estará patente no Tribunal Judicial da Comarca de Santarém (Campo Sá Bandeira - Palácio da Justiça) até ao dia 19 de Junho e poderá ser visitada de segunda a sexta, entre as 10h e as 16h. A entrada é gratuita.

"O Virar da Página" é um documentário fotográfico produzido em Portugal, sobre a transformação de pessoas que sofreram crimes violentos, feito em parceria com a Associação Portuguesa de Apoio à Vítima. Estas pessoas, lutando contra a sua própria vergonha, medo e vulnerabilidade, pediram ajuda à APAV e aceitaram agora expor as suas histórias pessoais, com o principal objectivo de alertar a sociedade para o fenómeno da violência e encorajar todos aqueles que são vítimas a reagirem à situação e a procurarem apoio. Entre Setembro de 2014 e Abril de 2015 foram fotografadas e entrevistadas cerca de 30 pessoas que sofreram de crimes tais como, violência doméstica, tráfico humano, stalking e outras que ficaram traumatizadas pelo assassinato de alguém que lhes era próximo. O projecto não aborda apenas a violência que estas mulheres e estes homens sofreram. Trata essencialmente a forma como as pessoas lidam com os traumas do passado e como estão agora, no presente. Contar estas histórias deu-me a oportunidade de mostrar a que ponto estas pessoas são corajosas, enfrentando uma realidade tão pesada e difícil e como ainda têm força para ultrapassar situações que, por vezes, parece não terem saída.
José Sarmento Matos

Facebook Kapak Resimleri en yeni oyunlarkız oyunları php dersleri canadian provincial flagscustom flag bayrak custom flagscustom flag promosyon